SUGESTÃO LISBOA: FocFest

31 10 2008

4 | 5 | 6 DEZ 2008 _ 21h30

Fábrica Braço de Prata _ Sala Visconti _ Lisboa

 

Entrada Livre

Anúncios




SUGESTÃO BARCELONA: Ovni 2008

24 01 2008

sin-titulo-1.jpg

 

 


Abre tus ojos y mira hacia dentro. Estas satisfecho con la vida que estas viviendo? (..) vamos a caminar, de acuerdo, por los caminos de la creación, pues somos la generación (¿dime por qué?), que cruza los tiempos de la gran tribulación”. Exodus, Bob Marley

OVNI 2008 proyectará una serie de videos que cuestionan y plantean la voluntad de éxodo, el deseo de abandonar una realidad, y unos valores en los que ya no se puede creer, ni querer. Visiones que rechazan quedar atrapadas en una permanente contra, que utilizan tácticamente la resistencia, pero que parten hacia otros mundos posibles, el propio éxodo es ya un territorio, y resulta además incartografiable, para la razón funcional, pues el éxodo apuesta por el vacío y el movimiento; por escuchar voces ajenas(?) y reconocerse en ellas. Atrás quedan sociedades que oscilan entre la abundancia de la miseria y la miseria de la abundancia, miseria de la sociedad de consumo.

Programa do evento aqui.

 

 





SUGESTÃO ALJEZUR: ecotopia

24 07 2007

4 a 19 Agosto 07

cartaz_final_pt_0_preview.jpg

 

As Migrações são o tema principal deste ano, que terá especial relevância nos dias 10, 11 e 12 de Agosto, sendo os restantes dias abertos a outras temáticas.

As migrações não são algo novo. Desde sempre os povos deixavam os seus lares à procura de melhores condições de vida, tanto dentro como fora do seu país de origem. Mas hoje em dia tem-se vindo a tornar num tema cada vez mais sensível para os governos e para a sociedade em geral.

A globalização económica e a industrialização deram um novo “empurrão” à migração global. Uma vez que o modelo económico no qual vivemos exacerba as desigualdades entre nações e coloca em risco as condições sociais e ambientais de muitos povos.

A migração para muitos torna-se não numa escolha, mas numa necessidade. Temas como refugiados, fronteiras, ilegalidade, trabalho precário, êxodo rural, desertificação, racismo e muitos outros cada vez mais vêm à tona.

Nesta edição do Ecotopia pretende-se focar o tema das migrações humanas, reflectindo nas suas causas, assim como no efeito e na reacção que provoca na sociedade e nas políticas governamentais…

Pretende-se assim reflectir sobre mais um Território de Guerra..!

Inscrições e mais informações aqui

 





SUGESTÃO COIMBRA: conferência “Memórias de Guerra”

3 07 2007

“O DOM DO OLVIDO”
Paulo de Medeiros, Universiteit Utrecht 

“NA HISTÓRIA E ALÉM DA HISTÓRIA — ALGUMAS DIMENSÕES DAS GUERRAS MOÇAMBICANAS”
João Paulo Borges Coelho, Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique 

“O Dom do Olvido”
Se Portugal é um dos países europeus com uma das mais longas tradições de identidade nacional, as relações entre memória cultural e essa mesma identidade são complexas e a questão do esquecimento colectivo assume grande relevância. No presente, depois de longas décadas de estagnação forçada, depois de uma prolongada guerra colonial, e depois de um regresso a estruturas democráticas e ao assumir de novo uma identidade europeia, uma das questões que se pode colocar – e será aqui abordada –  é qual a função do esquecimento na formação de uma identidade pós-imperial, identidade essa trabalhada quer nos eventos políticos, quer no quotidiano, quer através das representações literárias e artísticas que assumem a força de uma esfera pública na ausência de um diálogo político mais tradicional. 

“Na história e além da história — Algumas dimensões das guerras moçambicanas”
Os dois conflitos armados que Moçambique viveu no passado recente – nomeadamente a guerra anti-colonial e a guerra civil – colocam desafios interessantes do âmbito da historiografia contemporânea, e também além dele. No primeiro caso, muito falta ainda saber, por exemplo, sobre a transformação da natureza desses conflitos à medida que progrediam, sobre as relações “estruturais” que existem entre os dois ou com os níveis regional e global, sobre os mecanismos da sua resolução, enfim, sobre o legado de violência que deixaram na sociedade. Mas também além da história estes conflitos se revelam importantes em mais do que um sentido, sobretudo na maneira como são lembrados ou esquecidos. A construção e gestão das versões ou do silêncio, relativamente a estes conflitos, tem constituído importante recurso de legitimação do poder e operacionalização do controle político-ideológico sobre a sociedade. Cedo ou tarde, poderá também transformar-se em campo de debate político, num processo que não se restringe a Moçambique mas abrange toda a África Austral. 

5 de Julho de 2007, 15:00h
Sala de seminários do Centro de Estudos Sociais (Piso 1), Universidade de Coimbra
No âmbito do Programa de Doutoramento em “Pós-colonialismos e Cidadania Global“, FEUC/CES 
Entrada livre – Inscrições





SUGESTÃO LISBOA: first international conference of young urban researchers

9 06 2007

11 e 12 Junho 2007 _ ISCTE

Porque a cidade sempre foi, por excelência, um território de guerra. As razões podem ser tão diferentes quanto os sintomas. As consequências criadoras, a cada dia, de um novo horizonte. 

Programa completo aqui 





SUGESTÃO INTERNACIONAL: Projectos de mobilidade de curto prazo para jovens dos 16 aos 30 anos

3 06 2007

mao-vermelha.jpg

“The Locomotive Initiative” é um projecto de âmbito internacional que visa promover a mobilidade dos jovens por todo o mundo.  É formado por uma rede de entidades de diversos países da Europa, Cáucaso, Médio Oriente e Norte de África e que trabalham nas áreas das políticas juvenis e sociais. A curto prazo está prevista a incorporação de membros da América Latina. 

Os actuais membros desta rede são: Albanian Center for Population and Development (Tirania, Albânia), Stepanavan Youth Center (Yereván, Arménia), Culture goes Europe (Erfurt, Alemanha), Sivas Education and Youth Association (Istambul, Turquia), NGO ALPS. (Tallinn, Estónia), Belarus Students Association (Minsk, Belarus), Youth Club Devas (Londres, Reino Unido), The Locomotive Initiative (Kaunas, Lituânia) e Iniciativa La Locomotora (Barcelona, Catalunha). 

Neste momento, “The Locomotive Initiative” convida a todos os jovens interessados a participar nos seguintes projectos de mobilidade internacional (intercâmbios, seminários e cursos de formação):
1] Curso “Training work on conflict management” (1ª sem. Julho, Polónia / 1ª sem. Outubro em Tblisi, na Georgia);
2] Curso “Theatre tools against populism and authoritarianism” (24 Jun. a 02 Jul., Tallinn, Estónia);
3] Intercâmbio internacional “Dancehall: creative youth proposals against gender discrimination” (20 a 30 Jul., Sabadell, Catalunha).

Mais informações sobre “The Locomotive Initiative” e seus projectos:
http://locomotiveinitiative.blogspot.com | locomotive4mobility@yahoo.com





SUGESTÃO LISBOA: O Estado do Mundo

18 05 2007
estado do mundo
O mundo hoje está incrivelmente mais acelerado. A velocidade é agora a questão central em todos os domínios da actividade humana. As diferentes épocas sempre se acharam piores do que as anteriores, o que não era necessariamente verdade. Há 50 anos estivemos à beira do abismo durante a II Guerra Mundial, vivemos a barbárie dos campos de concentração nazi, que se repetiram mais tarde já na década de 80 na guerra da Jugoslávia. Houve a guerra fria e aproximámo-nos do apocalipse que seria uma guerra nuclear. Hoje estamos perante uma nebulosa, uma indefinição em relação aos novos problemas. É preciso vermos como se apresenta a guerra, a política, como intervém a tecnologia, quais os novos paradigmas na arte e na cultura.
António Pinto Ribeiro